Mini Imagine - Zayn Malik (Dedicado)

quinta-feira, janeiro 30, 2014 | | |
Imagine dedicado para Kassya Beatriz Costa

xX: Ahh, como você faz falta. Já se passou tanto tempo, mas eu continuo do seu lado.

 Eu ouvia uma voz ao longe. Abri os olhos devagar. Minha vista doeu um pouco por causa da claridade, e precisei piscar algumas vezes para me acostumar. Um garoto - não exatamente, ele aparenta ter uns 20/21 anos -, estava saindo. Ele abriu a porta e olhou para trás, assim que me viu deu um grande sorriso e se aproximou.

Garoto: Oh, meu Deus! Você acordou! Está bem! Oh, meu Deus! - ele parecia não acreditar, mas demonstrava estar muito feliz. Olhei para ele, não conseguia o reconhecer, não vinha nada em minha mente.

Kassya: Quem é você?


~Zayn Pov~

 Eu não consegui acreditar! A Kassya acordou, depois de oito meses! Essa foi a minha maior felicidade depois de tanto tempo. Uma felicidade que acabou. "Quem é você?", essa frase foi como uma facada em mim. Meu mundo deu, literalmente, uma volta de 360°.


 O médico logo entrou para examinar a Kassya e eu liguei para seus pais.


[...]

Sandra: Oh, meu Deus! Onde está a minha filha? - ela e Paulo entraram no hospital.
Paulo: O que aconteceu? - perguntou preocupado, ao me ver chorando.
Eu: Ela não me reconheceu.


Sandra: Ah, não... - tapou a boca.
Médico: Parentes da Senhorita Kassya? - assentimos. - Terminamos de examina-lá. Está tudo de acordo, os movimentos, audição, fala... Mas infelizmente o coma deixou uma sequela, ela sofreu uma perda de memória. Ainda não sabemos se é temporário ou permanente, por isso precisamos que voltem daqui umas semanas. E a ajudem a se lembrar de quem era e das pessoas que convivia. E já podem leva-la para casa.

 Sandra também estava chorando, caminhamos até a sala e entramos. Kassya estava sentada na cama, assistindo TV.

Kassya: Olá. Eu conheço vocês?
Sandra: Sim. Somos os seus pais, querida - olhei para Paulo, e acho que agora ele sentia o que eu estou sentindo, ver a pessoa que você tanto ama o ver como um desconhecido, é uma das piores coisas do mundo.
Kassya: É bom saber que senhos pais. E qual é o meu nome?
Paulo: Kassy, filha. E iremos te levar para casa - ela sorriu.


[...]

~Kassya Pov~

 As semanas foram passando.Eu fui "me conhecendo" e conhecendo a minha vida "antiga". Soube que fiquei em coma por 8 meses, depois de um acidente terrível de carro. Ontem fomos ao hospital, o médico disse minha perda de memória é permanente. Em parte eu fiquei triste, pois eu queria lembrar das coisas da minha infância e essas coisas. Por outra parte, eu estava gostando de "aprender" sobre mim, de como eu era.

 Mas eu só não entendo uma coisa: é sobre o Zayn. Ele disse que é meu amigo, está sempre perto e cuidando de mim, mas o que sinto por ele, não parece ser coisa de amizade.

Mãe: Filha, eu e seu pais estamos indo ao mercado. e você tem visita - gritou do andar debaixo.

 Já até sei quem é. Desci correndo e vi Zayn sentado no sofá. Cheguei devagar, tapando seus olhos.

Kassya: Adivinha quem é?
Zayn: Hmm... - pensou. - Desisto.
Kassya: Ahhh, assim não tem graça - contornei o sofá, sentando no mesmo. Ele riu.
Zayn: Como foi ontem no hospital?
Kassya: Bem, a minha perda de memória é permanente.
Zayn: Ah - baixou a cabeça.
Kassya: Zayn... - coloquei uma perna em cima do sofá, ficando de frente para ele. Umedeci os lábios, antes de continuar. - Antes dessa perda de memória, nós éramos mais que amigos? - ele se inclinou para frente, tapando o rosto com as mãos, depois deu um suspiro. - Zayn. Zayn - o balancei. Pelo outro que deu, pareceu que estava chorando. - Você está chorando?
Zayn: Eu te amava - disse abafado. - Quero dizer, ainda te amo.


Kassya: E isso é tão ruim a ponto de chorar? - disse sentida. Ele apoiou a cabeça no encosto do sofá, seus olhos estavam meio vermelhos e marejados.


Zayn: Nós namorávamos havia 4 anos. Na tarde que eu iria te pedir em casamento, recebi o telefonema de que você tinha sofrido um acidente. Fiquei desesperado quando soube do coma, entrei em estado *vegetativo. Foi agoniante, mas nunca deixei de ir ao hospital com a esperança de você acordar.
Kassya: Mas por que não me disse isso antes? - indaguei.
Zayn: Foi uma felicidade enorme a ver abrindo os olhos, mas no "quem é você?", meu mundo desabou. Achei que nem do nosso sentimento você se lembraria.
Kassya: Vou te dizer uma coisa - disse após um pequeno momento de silêncio. - Mesmo você falando que só éramos amigos, eu sinto algo diferente por você. Além do mas, você me esperou, 8 meses não é pouco - fiz uma pausa. - Me diga uma coisa: você conversava comigo, mesmo sabendo que eu não podia entender?
Zayn: Sim - riu. - Na maioria das vezes, era de como eu sentia falta e queria que você se lembrasse de todos os nossos momentos que tivemos juntos. 
Kassya: Então... Você me ajudaria a lembrar de todos eles? - sorri.


Zayn: Sem dívida alguma - se aproximou, e nos beijamos.


Mãe: Chagamos, Kassya... - paramos e olhamos para ela. - Ah... É... Bem, não vou atrapalha  - meu pai entrou e ela o puxou para cozinha. Nós rimos.


[...]

 Um ano se passou. Cada dia eu me apaixono mais pelo Zayn, e por falar nele... ELE ME PEDIU EM CASAMENTO! Sou a garota mais feliz do mundo. Eu não poderia pedir coisa melhor.

:::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::

Hiii girls!
Esse imagine foi dedicado para Kassya. Espero que tenha gostado, liamda.
Volto mais tarde para postar Vidas Diferentes.
Até mais.
Bjão.

7 comentários: